Categories
Televisão

3ª temporada do História sexual da MPB se encerra neste domingo, dia 4/8, com As Frenéticas

Amigos, o que é bom dura pouco. Foi um prazer ter tantos entrevistados ilustres nesta temporada do meu programa História sexual da MPB, no Canal Brasil. E neste domingo, dia 4/8/2013, às 21h, terei a meu lado Dhu Moraes, Leiloca, Lidoka e Sandra Pêra, quatro das seis integrantes originais do grupo As Frenéticas, que nos anos 70 e início dos 80, fizeram história com suas canções irreverentes e transgressoras. Tudo a ver com o desbunde comportamental daqueles tempos.

Frenéticas Lidoka, Faour, Sandra Pêra e Dhu Moraes
Lidoka, Rodrigo Faour, Sandra Pêra e Dhu Moraes nos bastidores do programa “História sexual da MPB”
Leiloca, Rodrigo Faour e Dhu Moraes (Frenéticas)
Leiloca, Rodrigo Faour e Dhu Moraes: momentos frenéticos

Quero agradecer também o carinho de Leny Andrade, João Bosco e Zezé Motta, meus entrevistados anteriores, que “abrilhantaram” meu programa “História sexual da MPB”.

o pianista João Carlos Coutinho e LENY ANDRADE com Rodrigo Faour
O pianista João Carlos Coutinho, ao fundo, e Leny Andrade, com Rodrigo Faour no programa “História sexual da MPB”
Rodrigo Faour e João Bosco
Rodrigo Faour e João Bosco no Studio RJ, onde gravaram o programa “História Sexual da MPB”
Rodrigo Faour e Zezé Motta no programa História sexual da MPB, Canal Brasil
Rodrigo Faour se divertindo com sua entrevistada, Zezé Motta, em seu programa no Canal Brasil

 

Categories
Com textos assinados

João Bosco – Linha de Passe (1979)

João Bosco – Linha de Passe (1979) (Coleção “Essential Classics”) (BMG, 2004)

O ano de 1979 foi muito feliz para a MPB e produziu álbuns memoráveis de quase todos os nossos grandes intérpretes. Com João Bosco não foi diferente. Neste Linha de passe, além da faixa-título que puxou o LP, havia outros diamantes de sua obra em parceria com o genial letrista Aldir Blanc, como Boca de sapo, Cobra criada e o hino da anistia, O bêbado e a equilibrista. Rodrigo Faour

1. Linha de passe
2. Conto de fada
3. Sudoeste
4. Parati
5. Patulhando (Mara)
6. O bêbado e a equilibrista
7. Boca de sapo
8. Cobra criada
9. Ai, Aydée
10. Natureza viva
11. Patrulhando (Masmorra)

Reedição produzida por Charles Gavin
Texto de contracapa assinado por Rodrigo Faour

Opinião da imprensa

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches
O Globo – Coluna Sonar / Antonio Carlos Miguel
Categories
Coletâneas

Samba e Pagode – Série "Maxximum"

Samba e Pagode – Série “Maxximum” (SonyBMG, 2006)

Neste CD com o melhor do samba e pagode dos últimos 40 anos, você terá a chance de recordar sucessos sambísticos de carnavais dos anos 60 (Palmas no portão, com Risadinha), 70 (Ai que vontade, com Oswaldo Nunes) e 80 (Pega ela, peru, com Mussum); vai cair no samba mais pop dos Originais seguindo a “peladona” do primeiro andar. Vai pular ao som de ídolos do samba mais recentes como Zeca Pagodinho, Dudu Nobre, SPC e Fundo de Quintal, recordar os saudosos Bezerra da Silva e João Nogueira e as madrinhas Alcione e Beth Carvalho. De quebra, uma raridade da diva Elza Soares (Coração vadio). Rodrigo Faour

1 Clube do samba (João Nogueira) – João Nogueira e Martinho da Vila (1983)
2 A grande família (Tom & Dito) – Dudu Nobre (2001)
3 Bicho feroz (Tonho Magrinho/ Claudinho Inspiração) – Bezerra da Silva (1985)
4 Fiquei amarrado na tua blusinha (Barbeirinho do Jacarezinho/ Rody) – Zeca Pagodinho (1992)
5 A barata (Alexandre Pires) – Só Pra Contrariar (1993)
6 Devagar, devaraginho (Eraldo Divagar) – Martinho da Vila (1995)
7 Kid cavaquinho (João Bosco/ Aldir Blanc) – João Bosco (1975)
8 A dona do primeiro andar (Luiz Carlos/ Lucar) – Os Originais do Samba (1975)
9 Ai que vontade (Beto Sem Braço/ Dão) – Oswaldo Nunes (1978) (*)
10 A vizinha (Pega ela, peru) (Paulinho Durena/ Alfredo Melodia) – Mussum (1980) (*)
11 Coração vadio (Edil Pacheco/ Paulinho Diniz) – Elza Soares (1979) (*)
12 Palmas no portão (Walter Dionizio/ D’Acri Luiz) – Risadinha (1967) (*)
13 Ô Isaura (Rubens da Mangueira) – Beth Carvalho (1978)
14 Mar de carinhos (Arlindo Cruz/ Aluísio Machado) – Alcione (1996)
15 Coração leviano (Paulinho da Viola) / Argumento (ao vivo) – Paulinho da Viola (1997)
16 O show tem que continuar (ao vivo) (Arlindo Cruz/ Sombrinha/ Luiz Carlos da Vila) – Grupo Fundo de Quintal (2000)

(*) raridades

Pesquisa de repertório: Rodrigo Faour
Coordenação da série: Flávio Pinheiro e Marcus Fabrício

Categories
Coletâneas

O Melhor da MPB – Série "Maxximum"

O Melhor da MPB – Série “Maxximum” (SonyBMG, 2006)

A sigla MPB é muito vasta. Hoje em dia ela congrega canção, valsa, choro, samba, forró, pop/rock, regionalismos em geral, enfim, tudo isso é música popular feita no Brasil. Esta coletânea tentar dar uma geral neste tamanho ecletismo, trazendo ícones de várias de suas vertentes, incluindo algumas raridades, tais como a gravação original de Sabiá, com Cynara e Cybele, o registro de Andança, feito por seu co-autor Danilo Caymmi (com Vânia), ambos de 1968. Há ainda a latinidade-pop da cantora/atriz Tânia Alves na salsa Tanta saudade, de Djavan e Chico Buarque. Rodrigo Faour

1 Anos dourados (Tom Jobim/ Chico Buarque) – Maria Bethânia (1986)
2 Tanta saudade (Djavan/ Chico Buarque) – Tânia Alves (1985) (*)
3 Amor covarde (Alceu Valença) – Alceu Valença (1986)
4 Tema de amor de Gabriela (Tom Jobim) – Gal Costa e Tom Jobim (1983)
5 Manias (Flávio Cavalcanti/ Celso Cavalcanti) – Alcione (1995)
6 Futuros amantes (Chico Buarque) – Chico Buarque (1993)
7 Promessa de Gantois (Mateus/ Dadinho) – Os Tincoãs (1976) (*)
8 Treze de dezembro (Luiz Gonzaga/ Zé Dantas/ Gilberto Gil) – Elba Ramalho (1996)
9 Bebadosamba (Paulinho da Viola) – Paulinho da Viola (1996)
10 O ronco da cuíca (João Bosco/ Aldir Blanc) – João Bosco (1976)
11 Andança (Edmundo Souto/ Danilo Caymmi/ Paulinho Tapajós) – Danilo Caymmi e Vânia (1968) (*)
12 Sabiá (Tom Jobim/ Chico Buarque) – Cynara e Cybele (1968) (*)
13 Paralelas (Belchior) – Vanusa (1975)
14 Maré mansa (Martinho da Vila/ Paulinho da Viola) – Eliana Pittman (1974) (*)
15 Otália da Bahia (Antonio Carlos/ Jocafi) – Maria Creuza (1977)
16 Águas de março (Tom Jobim) – Zé Ramalho e Tetê Espíndola (2003)

(*) raridades

Pesquisa de repertório: Rodrigo Faour
Coordenação da série: Flávio Pinheiro e Marcus Fabrício

Categories
Coletâneas

Angela Maria – Série "Maxximum"

Ângela Maria – Série “Maxximum” (SonyBMG, 2005)
Quem viveu os anos 50 e 60 sabe que Ângela Maria foi a maior cantora de seu tempo, ou pelo menos, o timbre mais bonito de mulher a ecoar pelas ondas da Rádio Nacional. Ela sempre foi muito popular e do tipo que se entregava por completo ao seu repertório, incorporando os personagens das canções que interpretava. Ela podia ser a Garota solitária, a fadista compenetrada de Foi Deus, a macumbeira de Babalu ou uma carnavalesca de primeiro time, a entoar A lua é camarada ou raridades como Aprendiz de feiticeira – por sinal, duas das cinco faixas inéditas em CD desta coletânea. Outra rara é Estrela de bastidor, tema de Lili Bolero (Consuelo Leandro) na novela Cambalacho. Rodrigo Faour

1. Foi Deus (Alberto Janes) (1963)
2. A lua é camarada (Klecius Caldas/ Armando Cavalcanti) (1963)
3. Garota solitária (Adelino Moreira) (1962)
4. Não me perguntes (Adelino Moreira) (1962)
5. Desejo (Othon Russo/ Paulo Marques) (1952)
6. Ai, Mouraria (Frederico Valério/ Amadeu do Vale) (1963)
7. Babalú (ao vivo) (Margarita Lecuona) (1992)
RARIDADES
8. Estrela de bastidor (Faffy/ Sarah Benchimol) (1986)
9. Brigas de amor (Adelino Moreira) (1963)
10. Castigo ruim (Coelho Neto) (1963)
11. Aprendiz de feiticeira (Haroldo Lobo/ Milton de Oliveira) (1962)
DUETOS
12. Pensando em ti (Herivelto Martins/ David Nasser) – com Nelson Gonçalves (1984)
13. Codinome beija-flor (ao vivo) (Cazuza/ Reinaldo Arias) – com Cauby Peixoto (1992)
14. Miss Suéter (João Bosco/ Aldir Blanc) – com João Bosco (1976)
15. Tango para Teresa (Evaldo Gouveia/ Jair Amorim) – com Agnaldo Timóteo (1996)
16. Ave Maria no morro (Herivelto Martins) – com Agnaldo Rayol (1999)

Pesquisa de repertório: Rodrigo Faour
Coordenação da série: Flávio Pinheiro

Opinião da imprensa

Jornal do Brasil – Tárik de Souza

Folder da Série “Maxximum” (SonyBMG)