Categories
Rádio

Programa “Sexo MPB”, na MPB FM, comemora 1 ano de sucesso

Beth Carvalho e Rodrigo Faour nos estúdios da MPB FM
Beth Carvalho e Rodrigo Faour nos estúdios da MPB FM
Ivan Lins e Rodrigo Faour
Ivan Lins e Rodrigo Faour no Sexo MPB
Neste mês de maio, o Sexo MPB está comemorando um ano no ar pela MPB FM carioca (e pelo site www.mpbbrasil.com). Ele é exibido de segunda à sexta, à meia-noite, com reprise dos cinco programas aos sábados, às 22h. Ao invés de semanas temáticas como sempre faço, desta vez estou apresentando especiais com vários grandes mitos da MPB, abordando temas de amor, sexo e comportamento, e tocando sucessos e pérolas menos conhecidas desses artistas. De 27 de maio a 2 de junho, a convidada foi Beth Carvalho. De 4 a 9 de maio, teremos Leny Andrade. Nas semanas seguintes, terei o prazer de estar com Ney Matogrosso (de 11 a 16), Wando (de 19 a 23) e, finalmente, Ivan Lins (25 a 30). E até o fim do mês está rolando uma promoção. Respondendo à pergunta “Qual a canção mais sexy da MPB” através do meu email, rodrigofaour@mpbbrasil.com os ouvintes concorrem a um exemplar autografado do meu último livro, “História sexual da MPB” (Ed. Record). Participem e escutem os programas, porque estão bem caprichados!


Ney Matogrosso e Rodrigo Faour no dia do lançamento da caixa "Camaleão"
Ney Matogrosso e Rodrigo Faour posam com a caixa Camaleão. No Sexo MPB, o cantor fez grandes revelações.
Wando e Rodrigo Faour na gravação do Sexo MPB
Wando e Rodrigo Faour na gravação do Sexo MPB
Leny Andrade e Rodrigo Faour no Sexo MPB: bossa e charme
Leny Andrade e Rodrigo Faour no Sexo MPB: bossa e charme

Repercussão:

 Coluna de Anna Ramalho – Jornal do Brasil

 anna-ramalho1

Categories
Coletâneas

Ivan Lins – O Amor É o Meu País


Ivan Lins – O Amor É o Meu País (Universal Music, 2005)

Este álbum duplo é uma homenagem a Ivan Lins, que em 2005 completou 60 anos de vida e 35 de carreira. São 28 canções bem conhecidas dos brasileiros e que há tempos também vêm conquistando a admiração dos estrangeiros, pois, atualmente, ele é o nosso compositor mais gravado e premiado no exterior. Rodrigo Faour

CD 1 – Ivan, intérprete
1. Daquilo que eu sei (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1981)
2. Depois dos temporais (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1983)
3. Lembrança (Love dance) (Ivan Lins/ Vitor Martins/ Gilson Peranzzetta) (1981)
4. Vieste (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1987)
5. Novo tempo (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
6. Depende de nós (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
7. Iluminados (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1987)
8. Doce presença (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1983)
9. Amar assim (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
10. Lua cirandeira (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1981)
11. Quero de volta o meu pandeiro (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1973)
12. O amor é o meu país (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1970)
13. Agora (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1970)
14. Começar de novo (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)

CD 2 – Ivan e amigos
1. Abre-alas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & MPB-4 (1984)
2. Formigueiro (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Tim Maia (1984)
3. Você mulher, você (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) – Ivan Lins & Trio Mocotó (1971)
4. Roda baiana (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Gal Costa (1981)
5. Espelho de camarim (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Lucinha Lins (1982)
6. Qualquer dia (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1977)
7. Bilhete (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Fafá de Belém (1982)
8. Choro das águas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Zizi Possi (1979)
9. Velas içadas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Emílio Santiago (1982)
10. Amor (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Lucinha Lins (1981)
11. Temporal (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Fafá de Belém (1979)
12. Cartomante (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1977)
13. Dinorah, Dinorah (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Erasmo Carlos (1984)
14. Madalena (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1970)

Inclui mini-biografia do cantor e compositor, fotos e curiosidades sobre cada uma das canções

Seleção de repertório e textos: Rodrigo Faour
Conceito e supervisão de repertório: Ricardo Moreira

Opinião da imprensa

Jornal do Brasil – Coluna “Supersônicas” – Tárik de Souza