Categories
Televisão

História Sexual da MPB encerra primeira temporada

Esta semana o Programa “História Sexual da MPB” encerra sua primeira temporada, nesta quarta-feira, à meia-noite, no Canal Brasil (com reprise na próxima sexta, dia 2, às 21h, e sábado, dia 3, às 4h30 da manhã). A repercussão foi excelente e quem por acaso perdeu algum dos episódios pode acessá-los no site do Canal Brasil, por meio do link abaixo:

http://canalbrasil.globo.com/historiasexualdampb

Em setembro, a série será retomada com a reprise dos seis primeiros programas e mais sete novos episódios.

Segue uma nota sobre o programa publicada na última sexta-feira, na Coluna “Gente Boa”, do jornal O Globo, de Joaquim Ferreira do Santos.

Rodrigo Faour e Erasmo Carlos no programa "História Sexual da MPB"
Categories
Televisão

História Sexual da MPB na TV – Estréia dia 24/2 no Canal Brasil

Caetano Veloso e Rodrigo Faour no Programa História Sexual da MPB
Caetano Veloso e Rodrigo Faour no Programa História Sexual da MPB

Caros amigos, vou lhes contar que não é fácil fazer tv! No primeiro semestre de 2009 gravamos um piloto para o Canal Brasil e no final de setembro foi aprovado. Entre meados de outubro e o início de dezembro gravei 28 entrevistas, fora as quatro que já haviam entrado no piloto. Resultado: 32 entrevistados maravilhosos, quase 50 horas de material, mais clipes antigos dos artistas… tudo para agrupar em 6 programas de menos de meia hora de duração. 

Rodrigo Faour e Erasmo Carlos no programa História Sexual da MPB
Rodrigo Faour e Erasmo Carlos no programa História Sexual da MPB

Como o programa de TV é uma adaptação do meu livro “História sexual da MPB”, apesar de contar com uma boa equipe (o diretor Dadá Burger, o editor André Markwald, as assistentes Cristiane Bressan e Cláudia etc) não havia como eu não mergulhar de corpo e alma em todas as etapas do processo. Então, ajudei a marcar as entrevistas, preparei as mesmas, participei de todas as gravações entrevistando os convidados e trabalhei a quatro mãos com meu querido editor no que chamamos de “corte de conteúdo”, quando recortamos exatamente o que queremos de cada entrevistado e selecionamos os respectivos clipes e também onde entrarão as cabeças de bloco ( momentos onde introduzo alguns assuntos, sem a presença de convidados,  gravados à parte num estúdio), fora a supervisão geral das imagens utilizadas, autorizações etc etc etc…

Eduardo Dussek, Rodrigo Faour e João Roberto Kelly no programa História Sexual da MPB
Eduardo Dussek, Rodrigo Faour e João Roberto Kelly no programa História Sexual da MPB

O esforço, entretanto, está valendo a pena. Ter um programa de TV levando o que julgo ser o melhor da nossa MPB é um sonho acalentado há muitos anos. Da mesma forma que ocorreu no rádio (na MPB FM, no programa Sexo MPB), onde tive total liberdade de escolher o repertório e meus entrevistados, agora também pude selecionar os temas de cada programa – baseados nos capítulos do meu livro – e estou muito contente. Grandes nomes consagrados, alguns que foram sucesso no passado e hoje estão meio esquecidos, todos terão espaço nesta “história sexual” em que contarei a evolução do amor, do sexo e de comportamento no Brasil através de nossa música. E tudo com muito humor e sem preconceitos de estilo, porém sem abrir mão de conteúdo! Porque de superficialidade já estamos fartos, concordam? Conto com o apoio de todos os que curtem meu trabalho! Esta primeira temporada estréia dia 24 de fevereiro, quarta-feira, às 23h59, e prosseguirá em todas as quartas-feiras de março no mesmo horário.

Rodrigo Faour na Revista Monet
Rodrigo Faour na Revista Monet

Acima, segue uma entrevista que dei ao repórter Telo Navega da Revista Monet.

Categories
Coletâneas

Ivan Lins – O Amor É o Meu País


Ivan Lins – O Amor É o Meu País (Universal Music, 2005)

Este álbum duplo é uma homenagem a Ivan Lins, que em 2005 completou 60 anos de vida e 35 de carreira. São 28 canções bem conhecidas dos brasileiros e que há tempos também vêm conquistando a admiração dos estrangeiros, pois, atualmente, ele é o nosso compositor mais gravado e premiado no exterior. Rodrigo Faour

CD 1 – Ivan, intérprete
1. Daquilo que eu sei (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1981)
2. Depois dos temporais (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1983)
3. Lembrança (Love dance) (Ivan Lins/ Vitor Martins/ Gilson Peranzzetta) (1981)
4. Vieste (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1987)
5. Novo tempo (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
6. Depende de nós (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
7. Iluminados (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1987)
8. Doce presença (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1983)
9. Amar assim (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)
10. Lua cirandeira (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1981)
11. Quero de volta o meu pandeiro (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1973)
12. O amor é o meu país (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1970)
13. Agora (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) (1970)
14. Começar de novo (Ivan Lins/ Vitor Martins) (1989)

CD 2 – Ivan e amigos
1. Abre-alas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & MPB-4 (1984)
2. Formigueiro (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Tim Maia (1984)
3. Você mulher, você (Ivan Lins/ Ronaldo Monteiro de Souza) – Ivan Lins & Trio Mocotó (1971)
4. Roda baiana (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Gal Costa (1981)
5. Espelho de camarim (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Lucinha Lins (1982)
6. Qualquer dia (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1977)
7. Bilhete (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Fafá de Belém (1982)
8. Choro das águas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Zizi Possi (1979)
9. Velas içadas (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Emílio Santiago (1982)
10. Amor (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Lucinha Lins (1981)
11. Temporal (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Fafá de Belém (1979)
12. Cartomante (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1977)
13. Dinorah, Dinorah (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Ivan Lins & Erasmo Carlos (1984)
14. Madalena (Ivan Lins/ Vitor Martins) – Elis Regina (1970)

Inclui mini-biografia do cantor e compositor, fotos e curiosidades sobre cada uma das canções

Seleção de repertório e textos: Rodrigo Faour
Conceito e supervisão de repertório: Ricardo Moreira

Opinião da imprensa

Jornal do Brasil – Coluna “Supersônicas” – Tárik de Souza

Categories
Coletâneas

Erasmo Carlos – Erasmo 65 – Na Estrada

Erasmo 65 – Na estrada (Universal Music, 2006)

Um de nossos pioneiros e mais competentes roqueiros, Erasmo Carlos completou 65 anos em 2006. Este CD duplo é um presente pelos bons serviços prestados não só ao rock nacional como à MPB em geral. No CD 1, Erasmo canta a MPB, verifica-se sua verve de intérprete de grandes compositores brasileiros, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Marcos Valle, Jorge Benjor, Taiguara, e outros, muitos dos quais compuseram músicas especialmente para sua voz. No CD 2, A MPB canta Erasmo, aparece o grande compositor, que ao lado do parceiro Roberto Carlos compuseram clássicos de nosso cancioneiro e foram regravados por quase todos os nossos maiores intérpretes, da MPB tradicional (Maria Bethânia, Elis Regina, Nara Leão), do rock & pop (Marina, João Penca, Mutantes), do samba (Elza Soares, Trio Mocotó) e de linhagem mais popular (Cauby Peixoto, Rosemary, Wanderléa). Rodrigo Faour

CD 1 – Erasmo canta a MPB
1. Teletema (Antonio Adolfo/ Tibério Gaspar) (1970)
2. De noite, na cama (Caetano Veloso) (1971)
3. Agora ninguém chora mais (Jorge Ben) (1971)
4. Dois animais na selva suja da rua (Taiguara) (1971)
5. 26 anos de vida normal (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle) (1971)
6. Negro gato (Getúlio Côrtes) (1974)
7. Queremos saber (Gilberto Gil) (1976)
8. Coração de jovem (Paulinho Soledade) (1986)
9. Não te quero santa (Sergio Fayne, Vitor Martins e Saulo Nunes) (1971)
10. Neném (Maurício Maestro) – com Boca Livre (1997)
11. Manchas e intrigas (Kiko Zambianchi) (1985)
12. Rádio Patroa (Luiz Sérgio Carlini) (1986)
13. Papai sabe tudo (Leandro e Leo Jaime) (1984)
Bonus Track:
14. Beira d’água (Marku Ribas e Erasmo Carlos) – com Marku Ribas (1979)

CD 2 – A MPB canta Erasmo
Existenciais
1. Jesus Cristo – Maria Bethânia (1971)
2. Mundo deserto – Elis Regina (1970)
3. Meu mar – Cláudia (1972)
Românticas
4. Além do horizonte – Nara Leão (1978)
5. Brigas de amor – Cauby Peixoto (1980)
6. Fera ferida – Caetano Veloso (1987)
7. As curvas da estrada de Santos – Simone (1978)
8. Jóia – Rosemary (1982)
9. Mesmo que seja eu – Marina (1984)
Sambas
10. Toque balanço, moço – Elza Soares (1966)
11. Mané João – Wanderléa (1974)
12. Coqueiro verde – Trio Mocotó (1971)
Rock & pop
13. Banana split – João Penca e seus Miquinhos Amestrados (1988)
14. Preciso urgentemente encontrar um amigo – Mutantes (1970)
15. Claustrofobia – Edy Star (1974)
16. Uma noite na discoteca da moda – Ronaldo Corrêa (1979)
17. Macho – Frenéticas (1978)
18. Meu nome é Gal – Gal Costa (1969)

Inclui texto crítico sobre a carreira de Erasmo e curiosidades sobre cada faixa

Seleção de repertório e textos: Rodrigo Faour
Supervisão do projeto: Ricardo Moreira

Opinião da imprensa

O Globo – Bernardo Araújo

Folha de S. Paulo – Márvio dos Santos

Revista Rolling Stone – Marcus Preto