Categories
Coletâneas Discos

CD “Sexo MPB com Rodrigo Faour” compila o melhor da sensualidade e erotismo da nossa música

CD Sexo MPB com Rodrigo Faour (EMI Music)

Desde que lancei o livro “História sexual da MPB”, em outubro de 2006, até hoje, este estudo sobre comportamento & música popular só me deu alegrias. Fui convidado para criar o programa “Sexo MPB”, na MPB FM carioca, em 2008, e no ano seguinte veio o convite do Canal Brasil para levar o mesmo tema à TV. O programa levou o mesmo nome do livro, tendo estreado a primeira temporada em fevereiro deste ano de 2010 e cuja nova temporada vai ao ar em setembro próximo.

 O CD duplo que a EMI Music acaba de lançar tem como mote o programa de rádio, mas, em verdade, tem a ver com as três vertentes. Tudo está entrelaçado. No CD 1 enfoquei “Canções sensuais” e no CD 2 “Músicas safadinhas”. O primeiro é ideal para curtir um clima a dois e o segundo ótimo para animar festas irreverentes.

Deu um trabalhão para conseguir tantas autorizações e inclusive conseguir incluir várias faixas inéditas ou raras em CD, como Amendoim torradinho (Sylvia Telles), Da cor do pecado (Angela Maria), De fogo, luz e paixão (Marcelo e Gal Costa) no CD 1, ou Dança do bole bole (João Roberto Kelly), Pererca da vizinha (Dercy Gonçalves), É mais embaixo (Maria Alcina), no CD 2.  Mas valeu a pena. É um disco com clássicos dos dois gêneros, entrelaçados com pepitas raras. Eis a seleção:

SEXO MPB com Rodrigo Faour

 

CD 1 – “Canções Sensuais”

01. Dois pra lá, dois pra cá (João Bosco/ Aldir Blanc) – Elis Regina (1974)

02. Da cor do pecado (Bororó) – Angela Maria (1955)

03. Do, re, mi / Graças a Deus (Fernando César) – Doris Monteiro (1978)

04. Amendoim torradinho (Henrique Beltrão) – Sylvia Telles (1955)

05. Você (Roberto Menescal/ Ronaldo Bôscoli) – Dick Farney & Claudette Soares (1974)

06. Medo de amar Nº 2 (Sueli Costa/ Tite de Lemos) – Simone (1978)

07. Tanto que aprendi de amor (Fátima Guedes) – Fátima Guedes (1980)

08. O meu amor (Chico Buarque) – Maria Bethânia e Alcione (1978)

09. Emoções (Wando) – Wando (1978)

10. De fogo, luz e paixão (Marcelo/ Ney Costa Santos) – Marcelo e Gal Costa (1978)

11. Avassaladora (Gonzaguinha)Gonzaguinha (1990)

12. Outono (Djavan) – Ângela Ro Ro e Antonio Adolfo (1997)

13. Não estou bem certa (Sign your name) (Terence Trent D’Arby/ versão: Pedro Pimentel/ Marina Lima) – Marina Lima (1991)

14. Por que a gente é assim? (Frejat/ Cazuza/ Ezequiel Neves) – Ney Matogrosso (2008)

 

CD 2 – Músicas safadinhas

01. Dança do bole-bole (João Roberto Kelly) – João Roberto Kelly (1977)

02. Não bota no meu (Beto Scala/ São Beto/ Humberto Silva) – Jair Rodrigues (1985)

03. Sanduíche de artista (Cláudio Fontana) – Os Originais do Samba (1985)

04. Radinho de pilha (Namd/ Graça Góis) – Genival Lacerda (1979)

05. Eu sou cômico (João Caetano/ Zenilton) – Zenilton (1986)

06. Só gosto de tudo grande (Adolpho de Carvalho / Adélio da Silva) – Marinês (1980)

07. É mais embaixo (D. P. – Pastoril do Facêta) – Maria Alcina (1979)

08. O tico-tico (João Caetano/ Manhoso) – Sandro Becker (1988)

09. Fofinha e charmosa (Jean de Carvalho/ Pepe Ávila) – Marion (1988)

10. A roda (Sarajane/ Robson de Jesus/ Alfredo Moura) – Sarajane (1987)

11. Melô do piripipi (Je suis la femme) (Mister Sam) – Gretchen (1981)

12. O modo de usar (Só capim canela) (Manoel do Gramacho/ Paulinho do Tietê/ Toninho Cinquenta) – Manhoso (1983)

13. A Perereca da vizinha (Jonatan/ Dercy Gonçalves) – Dercy Gonçalves (1964)

14. Eu também quero mocotó (Jorge Ben) – Chacrinha (1970)

BONUS TRACKS – Trecho do programa de rádio “Sexo MPB”. (Músicas pioneiras de duplo sentido, apresentadas por mim)

15. Locução de Faour

16. Rua Pau Ferro (Domínio público) – Bahiano (1910)

17. Locução de Faour II

18. A boceta de rapé (Domínio público) – Mário Pinheiro (1906)

19. Encerramento

 

Repercussão do CD “Sexo MPB” na imprensa:

Jornais

Sinais de vida no planeta Pilots.  –  O Estado de S. Paulo – São Paulo /SP – 26/6/2010 – Pag. D6 – Digitação: 28/6/2010

Sexo.  –  Diário de S.Paulo – São Paulo /SP – 18/6/2010 – Pág. 15

Os antepassados dos proibidões.  –  Jornal do Brasil – Rio de Janeiro /RJ – 22/6/2010 – Pág. B3

Hits calientes.  –  Agora – São Paulo /SP – 29/6/2010 – Pág. D-11

Sexo MPB.  –  A Crítica – Manaus /AM – 30/6/2010 – Pág. BV4

A sensualidade da música popular brasileira em CD.  –  O Tempo – Belo Horizonte /MG – 5/7/2010 – Pág. 05

 Sites

Sexo MPB no Yahoo – http://br.noticias.yahoo.com/s/05072010/11/entretenimento-musica-cantada-literalmente.html

Sexo MPB no Ziriguidum – http://www2.uol.com.br/ziriguidum/1006/100621-01.htm

Sexo MPB no Blog Notas Musicais – http://blogdomauroferreira.blogspot.com/2010/07/coletanea-mostra-abordagem-do-sexo-na.html

Sexo MPB na Saraiva Conteúdo – http://www.saraivaconteudo.com.br/Blog.aspx?id=1316

Sexo MPB no Povo Online – http://opovo.uol.com.br/app/o-povo/vida-e-arte/2010/06/30/internaimpressavidaearte,2015310/sintonia.shtml

Categories
Com textos assinados

Doris Monteiro e Lúcio Alves – No Projeto Pixinguinha (1978)


Doris Monteiro e Lúcio Alves – No Projeto Pixinguinha (1978) (Coleção Doris Monteiro 70 Anos) (EMI Music, 2004)

A temporada de Doris com seu ídolo de infância, Lúcio Alves, deu tão certo que Hermínio Bello de Carvalho deu a idéia de a dupla levar para os estúdios uma parte do repertório de sucesso que apresentavam pelas principais capitais brasileiras. Acabou sendo o 13º e último LP de Doris na Odeon e acaba trazendo um resumo de seus maiores sucessos, além de cantar em duo com Lúcio, Mudando de conversa e seu samba inspirador, De Conversa em conversa, de autoria dele próprio, com Haroldo Barbosa. Os arranjos, sempre sofisticados, são de seu marido, o pianista Ricardo Junior. Rodrigo Faour

Inclui textos de contracapa e encarte assinados por Rodrigo Faour

1. Mudando de conversa – Dóris & Lúcio
2. Pra dizer adeus – Lúcio Alves
3. Conversa de botequim – Doris Monteiro
4. Sábado em Copacabana / Duas contas – Lúcio Alves
5. Se você se importasse – Doris Monteiro
6. Razão de viver – Lúcio Alves
7. De conversa em conversa – Doris & Lúcio
8. É isso aí / Alô, fevereiro – Doris Monteiro
9. Garota de Ipanema – Lúcio Alves
10. Dó-Ré-Mi / Graças a Deus – Doris Monteiro
11. Valsa de uma cidade – Lúcio Alves
12. Mocinho bonito – Doris Monteiro

Produção e supervisão da reedição em CD: Charles Gavin

Opinião da imprensa

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches

Categories
Com textos assinados

Doris Monteiro – Agora (1976)

Doris Monteiro – Agora (1976) (Coleção Doris Monteiro 70 Anos) (EMI Music, 2004)

Um dos melhores discos de sua carreira, este LP Agora de 1976 traz Doris envolta em arranjos sofisticadíssimos de Geraldo Vespar e de seu próprio marido, o tecladista Ricardo Junior – que divide o piano neste disco com outra fera, Gilson Peranzzetta. Aliás, é bom conferir a ficha técnica estelar deste disco, que tem ainda Hélio Delmiro, Sivuca, Luizão Maia, Wilson das Neves e outros. Choro de nada ganhou clima jazzy. O sambão Maitá ganhou ares brejeiros inimagináveis. Lugar comum viajou do Caribe pro Rio, ficando mais mansa. E Eu hein, Rosa também tem charme de sobra pra rivalizar com a antológica versão Elis, gravada três anos mais tarde. Outra papa fina da melhor qualidade. Rodrigo Faour

Inclui textos de contracapa e encarte assinados por Rodrigo Faour

1. Maitá
2. Flauta de lata
3. Partida
4. Dia de feira
5. Lugar comum
6. Eu hein, Rosa!
7. Choro de nada
8. Pra não padecer
9. Lamento do morro
10. A banca do distinto
11. Tema de Doris

Produção e supervisão da reedição em CD: Charles Gavin

Opinião da imprensa

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches

Categories
Com textos assinados

Doris Monteiro (1974)

Doris Monteiro (1974) (Coleção Doris Monteiro 70 Anos) (EMI Music, 2004)

Com sua beleza madura ostentada na capa, a sempre belíssima Doris Monteiro esbanjava sensualidade neste LP de 1974, alternando relíquias e novidades. Há regravações de sucessos de Francisco Alves (Dor de recordar, em 1929), Dilú Mello (Fiz a cama na varanda, 1944), Vingança (Lupicínio Rodrigues, 1951), Ângela Maria (Nem eu, 1953), de sua grande amiga Sylvia Telles (Amendoim torradinho, 1955) e até mesmo de sua gravação de estréia, Se você se importasse, de 51. O restante, entretanto, eram novidades gostosas, incluindo sambas de primeira de Dora Lopes, Clayton e José Ricardo (Vontade é coisa que dá e passa) e Luiz Reis (Samba do desligado). Papa fina, pra variar. Rodrigo Faour

Inclui textos de contracapa e encarte assinados por Rodrigo Faour

1. Dor de recordar
2. Vingança
3. Mestre Antonio
4. A cigarra
5. Meu boi cerejo
6. Amendoim torradinho
7. Fiz a cama na varanda
8. Se você se importasse
9. A nega e o rebolado
10. Vontade é coisa que dá e passa
11. Nem eu
12. Samba do desligado

Produção e supervisão da reedição em CD: Charles Gavin

Opinião da imprensa

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches

Categories
Com textos assinados

Doris Monteiro (1973)

Doris Monteiro (1973) (Coleção Doris Monteiro 70 Anos) (EMI Music, 2004)

Mais uma vez, Doris Monteiro provava que era dona de uma bossa fenomenal neste LP de 1973. Além dos sambinhas habituais, encarou um xote estilizado, Só quero um xodó, então um grande sucesso de Gilberto Gil e nem precisa dizer que matou a pau! Sob a batuta dos maestros Gaya e Geraldo Vespar, Doris saracoteou entre o samba moderno (Lá se foi a imagem do bom crioulo, de Roberto Corrêa e Jon Lemos), o romantismo cool de Até quem sabe (João Donato/Lysias Ênio/Mercedes Chies), a ginga irresistível de Até parece (gravando mais uma vez Sidney Miller) e Pedra de Guaratiba (dos papas do balanço Luiz Reis e Luiz Antonio) e arrematou com dois bons sambas de Tom & Dito (Jogo duro e Se é questão de adeus, até logo). Rodrigo Faour

Inclui textos de contracapa e encarte assinados por Rodrigo Faour

1. Eu só quero um xodó
2. Lá se foi a imagem do bom crioulo
3. Até quem sabe?
4. Água da fonte
5. Até parece
6. Jogo duro
7. Se é questão de adeus, até logo
8. Palhaçada
9. Pro mesmo lugar
10. Viagem
11. Pedra de Guaratiba
12. Você não sabe

Produção e supervisão da reedição em CD: Charles Gavin

Opinião da imprensa

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches