Categories
Opinião de Faour

Faour escreve um olhar sobre a discografia de Maria Bethânia em “O Globo”, na comemoração dos 50 anos de carreira da cantora

Enquanto não realizo o sonho de voltar à imprensa como colunista de comportamento, música e cultura em geral [já que passo a vida observando as pessoas e vendo e ouvindo tudo a meu redor com atenção], tive a emoção de ser convidado pelo meu querido LEONARDO LICHOTE para escrever um olhar sobre a discografia de MARIA BETHÂNIA hoje em O GLOBO. E logo sobre uma obra que me encanta desde os 6, 7 anos quando ouvia o LP “Álibi” e o K7 de “Mel” e que tantos anos depois, em 2006, consegui reeditar em CD junto a outros 31 discos dela, simultaneamente, em 3 gravadoras, quando ela completou 60 anos (com o apoio essencial dos executivos da Universal {Ricardo Moreira}, EMI {Luiz Garcia} e Sony {Josélia Telles}). Mas estar nessas páginas de O Globo numa data tão especial quanto esta dos 50 anos de carreira da Abelha Rainha é um presente que 2015 me deu já de saída, mostrando que é preciso seguir seu exemplo: resistir, num país sempre tão hostil à cultura. Obrigado, mais uma vez, ao Leo e à editoria de O Globo pela maravilhosa oportunidade.

http://oglobo.globo.com/cultura/musica/marca-autoral-um-olhar-sobre-discografia-de-maria-bethania-14959849

Rodrigo Faour e Maria Bethânia no camarim do Vivo Rio (foto: Alexandre Moreira)
Rodrigo Faour e Maria Bethânia no camarim do Vivo Rio (foto: Alexandre Moreira)

 

Categories
Opinião de Faour

Sai de cena cantor Miltinho, grande mestre da divisão rítmica e grande amigo

O querido MILTINHO nos deixou neste último domingo, dia 7/9/2014. Eis o seu obituário que escrevi a pedido da Folha de S. Paulo. Excelente cantor, único na divisão rítmica do sambalanço, do samba-canção, do bolero, tive a honra de ter sido seu amigo em seus últimos anos de vida, produzindo duas coletâneas com o essencial de sua obra – um volume da série Grandes Vozes (RGE/Som Livre) e o duplo Miltinho, Samba e Balanço (EMI). Miltinho esteve na estreia de meu programa de rádio, Sexo MPB, da MPB FM, no Centro Cultural Carioca; depois no História Sexual da MPB, do Canal Brasil, sua última aparição em TV. Pude estar no palco com ele, entrevistando-o, em seu show dos 80 anos, na Sala Baden Powell (RJ), e apresentando um de seus últimos shows (senão o último), na Modern Sound (RJ). Um gentleman, acima de tudo, que será eternizado por sua valiosa obra deixada para a posteridade em inúmeras gravações que muito têm a ensinar aos jovens músicos e intérpretes.

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2014/09/1512626-morre-no-rio-o-cantor-miltinho.shtml

Rodrigo Faour e Miltinho, 1998
Rodrigo Faour e Miltinho, 1998, na época de uma entrevista na Tribuna da Imprensa
Jorge Goulart, Tito Madi, Helena de Lima, Rodrigo Faour e Miltinho no lançamento da Série Grandes Vozes, da Som Livre, produzida por Faour, na Toca do Vinicius (Ipanema)
Jorge Goulart, Tito Madi, Helena de Lima, Rodrigo Faour e Miltinho no lançamento da Série “Grandes Vozes”, da Som Livre, produzida por Faour, na Toca do Vinicius, gravando suas mãos para a Calçada da Fama de Ipanema, em 2007.
Rodrigo Faour e Miltinho em sua casa
Rodrigo Faour e Miltinho, em sua casa
Rodrigo Faour (à direita), com Alfredo Del Penho, Ademilde Fonseca e Miltinho no Centro Cultural Carioca, em 2008, no lançamento do programa "Sexo MPB", de Faour.
Rodrigo Faour (à direita), com Alfredo Del Penho, Ademilde Fonseca e Miltinho no Centro Cultural Carioca, em 2008, no lançamento do programa “Sexo MPB”, de Faour.
Jorge Goulart, Miltinho e Roberto Silva com Rodrigo Faour no Forte de Copacabana, nas gravações do programa "História Sexual da MPB", de Faour (foto: Debora 70)
Jorge Goulart, Miltinho e Roberto Silva com Rodrigo Faour no Forte de Copacabana, nas gravações do programa “História Sexual da MPB”, de Faour, no final de 2009 (foto: Debora 70)
Categories
Opinião de Faour

Artigo de Faour disseca legado de Reginaldo Rossi, neste domingo, dia 22/12/13, no jornal “O Globo”

ReginaldoRossi-Artigo de Rodrigo Faour - jornal O Globo 22.12.13

Categories
Opinião de Faour

Faour assina crítica do novo CD de Hebe Camargo, na Folha de S. Paulo

Escrevi a crítica do novo CD da adorável Hebe Camargo, a convite da Folha de S. Paulo, nesta quarta, dia 1 de dezembro de 2010. Confiram… O título poderia ser mais generoso, mas não fui eu que dei, tá, gente?

 

Categories
Opinião de Faour

Uma noite com Zezé Motta, Edy Star e amigos queridos

Edy Star, com Zezé Motta, recebendo o II Trofeu Sexo MPB, de Rodrigo Faour
Edy Star, com Zezé Motta, recebendo o II Trofeu Sexo MPB, de Rodrigo Faour

É muito bom poder estar com pessoas talentosas, inteligentes e com opinião própria, e ainda por cima divertidas. Ontem recebi amigos de várias fases da minha vida e contei com as presenças adoráveis de Zezé Motta – que não pôde ir à festa de entrega do II Trofeu Sexo MPB no mês passado por motivo de força maior, e que, então, o recebeu ontem – e de Edy Star, irreverente performer, ator, cantor e diretor, que nos encantou com suas histórias e piadas maravilhosas, vivenciadas em seus inacreditáveis 72 anos. Viver vale a pena por momentos preciosos como este.

Faour, Zezé Motta (com o Trofeu Sexo MPB) e os amigos Ricardo Grifo e Fernando Assumpção
Edy Star (ao centro), entre Rodrigo Faour, André, Richard, Grifo e Fernando