Categories
Discos Reedições

Faour assina produção, pesquisa e textos da caixa de 15 CDs, “Jackson do Pandeiro – o Rei do Ritmo”, lançada pela Universal Music

Amigos, finalmente está chegando às lojas uma caixa de 15 CDs de JACKSON DO PANDEIRO. Foi um trabalho de equipe, capitaneado por Alice Soares, gerente de Marketing Estratégico da Universal Music, com a ajuda de Maysa Chebabi, coordenadora de label copies da gravadora, e produção, pesquisa e textos meus. Ao todo, foram cerca de 10 anos de trabalho para localizar editoras e autores desaparecidos. A boa notícia é que todos os tapes originais do período em que Jackson gravou na antiga Philips foram encontrados e o som está um primor, com a mais alta qualidade técnica. Preparem-se…

Há registros de quatro décadas do grande cantor, compositor e pandeirista – dos anos 1950 aos 80. Além das gravações iniciais do artista da fase Copacabana Discos (1953-1957), há a fase mais rara de sua discografia, da Philips dos anos 1960-1965, jamais reeditada nem mesmo no formato LP. Além disso inclui na íntegra os discos “Aqui tô eu” (1970) e “Isso é que é forró” (1981), derradeiro álbum do artista falecido em 1982, além de dois CDs duplos apenas de faixas avulsas retiradas de compactos, 78 rpm e álbuns coletivos de carnaval, festas juninas e forró.

9 replies on “Faour assina produção, pesquisa e textos da caixa de 15 CDs, “Jackson do Pandeiro – o Rei do Ritmo”, lançada pela Universal Music”

Esse relançamento da obra do Jackson do Pandeiro é a melhor notícia no mercado fonográfico nos últimos tempos. A escola musical jacksoniana (que rivaliza em importância com a de Luiz Gonzaga) é de um significado ímpar dentro da Música Brasileira. O suingue contagiante de Jackson do Pandeiro, com seu jeito maravilhoso de cantar, ora atrasando, ora adiantando a voz no compasso da melodia, constitui um tesouro da cultura musical brasileira. Esse box é uma excelente oportunidade para quem não conhece sua obra admirar um talento raro e incontestável!

Parabéns Rodrigo. É o lançamento musical. no mínimo, mais importante do ano. Já comprei e recebi o meu em casa. Estou ouvindo cada disco com um prazer indescritível. Como fazia falta a reedição da obra do mestre Jackson. Muito obrigado, de coração!

Eu não poderia jamais me privar de tentar chegar até você. O modo que encontrei foi este comentário!
Primeiramente, gostaria de agradecer pelo trabalho sem preço nem medida que deve ter sido a execução desta obra de inestimável valor.
Sou Paraibana, como o Rei, e se eu pudesse todos os paraibanos iriam ter a partir de hoje este Box Colossal em casa.
Nós precisamos ouvir Jackson, aprender, viver, reviver e enaltecer o nome deste imortal da Cultural Brasileira.
Muito obrigada por cada minuto dispensado nesta realização que, para mim, era um sonho.
Recebi meu Box na última segunda e estou me deliciando com cada faixa. Confesso que ao ler o livreto que faz parte do kit me emocionei ao ler um pouco da trajetória desta Avatar inigualável de nossa música e também ao decodificar no texto minha cidade (Guarabira-PB) entre àquelas que tiveram o prazer de ter o chão pisado pelos pés que deixavam rastros de alegria onde passavam.
Minha gratidão a você e a toda equipe imbuída nesta causa.

Rodrigo, primeiramente parabéns e muito obrigado pelo belíssimo trabalho que você vem realizando pela música brasileira. Essencial.
Gostaria de saber os títulos das 10 faixas que ficaram de fora desta caixa do Jackson. Não consegui encontrar essa lista em texto algum. A princípio, não encontrei as seguintes músicas: “Onde Está Você”, “Tarima” e “Baião Mineiro”.
Obrigado mais uma vez por esse box do Jackson e por todos os outros projetos nos quais você está envolvido.

Oi Marcus,
São essas que você falou da fase Copacabana (se bem que “Tarima” não é o Jackson que canta, é a Almira sozinha). Da fase Philips: “Praia do Janga”, “Sanfona braba”, “Mandaú”, “Seguro morreu de velho”, “Babá de Babá”, “Samba de calolé”, “Parabéns Guanabara” e uma história infantil em que ele canta “João sortudo”.
Abraços,
Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *