Categories
Coletâneas

A Voz Poderosa de Leny Eversong

A Voz Poderosa de Leny Eversong (Som Livre, 2002)

Este CD lançado em 2002 realizou um resgate histórico e oportuno da esquecida cantora Leny Eversong (Hilda Campos Soares) (1920-1984), natural de Santos (SP), que cantava em vários idiomas perfeitamente sem falar uma palavra de nenhum deles. Sua potência vocal não se assemelha a de nenhuma outra cantora popular do mundo. Vai dos graves aos agudos com um fôlego de cantora de ópera, porém com a bossa de quem sabe dizer uma letra de canção popular.
Rodrigo Faour

1. Mack the knife (Kurt Weil/ B. Brecht/ Marc Blitzstein) (1960)
2. Sereno (Aloísio Teixeira de Carvalho) (1958)
3. Marina (Rocco Granata) (1960)
4. Lazy bones (Johnny Mercer/ Hoagy Carmichael) (1960)
5. Don’t you know (Bobby Worth) (1960)
6. Sol de verão (Theme form “A summer place”) (Max Steiner/ Mack Discant/ versão: Nazareno de Brito) (1960)
7. Ça c’est l’amour (Cole Porter) (1958)
8. Pout-pourri: “Canto afro-cubano”
El cumbanchero (Rafael Hermandez)
Tierra va tembla (Mariano Merceron) (1957)
9. Quem será (Far away) (Lionel Bart – versão: Espírito Santo)
10. Concerto de Varsóvia (The world outside) (Richard Addinsell/ Carl Sigman) (1959)
11. Jezebel (Wayne Shankilin) (1957)
12. Mai dire mai (Aldo Salvi/ G. C. Testoni) (1960)
13. I’m yours (Robert Mellin) (1960)
14. Exemplo (Lupicínio Rodrigues) (1960)
15. Symphony (Alex Alstone/ Jack Lawrence) (1960)
16. Samba internacional (Sidney Morais) (1963)
17. Olhando estrelas (Look for a star) (Mark Anthony/ versão: Paulo Rogério) (1960)
18. Esmagando rosas (Alcyr Pires Vermelho/ David Nasser) (1958)
19. Swing low, sweet chariot (Traditional) (1958)
20. Granada (Agustín Lara) (1958)

Idealização, seleção de repertório e textos: Rodrigo Faour
Incluí mini-biografia da cantora e fotos de época

Opinião da imprensa

O Globo – João Máximo

Revista Veja – Coluna “Veja recomenda”

Folha de S. Paulo – Pedro Alexandre Sanches

Jornal do Brasil – Silvio Essinger

O Dia – Mauro Ferreira

7 replies on “A Voz Poderosa de Leny Eversong”

Caro Rodrigo,

Lembro-me de Leny cantando Fascinação, tanto em inglês como em português, e que Elis não nos escute como a escutamos, e considero a melhor de suas interpretações. Encontrei para minha surpresa quase todos os seus discos menos os que possuem tal música. Você não os teria? A internacional Leny Eversong.
Obrigado pela informações desde já.
Bom ano

Frederico Leão
Fredericoleao@gmail.com

Caro Fred,
Procure no meu site o CD “Leny Eversong” da série “Grandes vozes”. Lá você vai achar a gravação dela em inglês de “Fascination”, lançada no LP “Fabulosa!” (gravadora RGE), de 1961. Há uma outra mais cool, do LP “Ritmo Fascinante” (gravadora Copacabana), de 1958. Mas esta que reeditei em CD é bem melhor na minha opinião. E este CD lancei há uns 2 anos, talvez você ainda encontre em alguma loja ou site. É imperdível.
Abraços,
Rodrigo

Querido Rodrigo, bom dia!

Há alguma previsão de mais lançamentos da Leny Eversong? Adoro ela. Tenho os dois cds maravilhosos que você produziu, porém, gostaria de ter mais material dela.

Um forte abraço,
Rubinho

Caro Rodrigo,
Fiquei muito feliz com sua resposta, passaram-se meses até encontrá-la…havia perdido seu link, na verdade. Mesmo assim a gentileza me comove nestes dias loucos. Escrevo novamente pois não encontrei ainda nem para compra ou download a interpretação de Fascination por Leny Eversong. Conhece algum link?
Desde já agradeço.
Tenha bons dias

Carríssimo,
Grato mais uma vez…escrevo-lhe radiante. Estou ouvindo a gravação e é realmente…um minueto. No mesmo album existe a versão mais “jazzistica” que me deu vontade de preparar um martini.

1958-LP Ritmo Fascinante
Felicidades

A sua vida deveria ser transformada num grande musical.
Uma cantora fantástica, eletrizante personalidade. Trágica vida . Verdadeira DIVA esquecida . Solitária. Exuberante em cena, talento por todos os poros.

Sou Nanci Campos, sobrinha da cantora Leny Eversong.
Embora existam alguns comentários fantasiosos quero parabenizar este belissimo trabalho e agradecer em nome de nossa familia tanto carinho e dedicação
Atenciosamente,
Nanci Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *